sábado, 31 de janeiro de 2009

Grandes Esperanças para 2009 - Parte II

SLUMDOG MILLIONAIRE

Apesar do ridículo título em português deste filme, Quem Quer ser Bilionário, não lhe invalida o verdadeiro espírito de "papa prémios" que se tem revelado. Realizado por Danny Boyle, não esquecendo também o nome de Loveleen Tandan, realizadora indiana que co-realizou o filme, Slumdog Millionaire tem crescido a passos largos nos cinemas americanos, muito por causa das dez nomeações que recebeu à pouco tempo para os Oscars.

As expectativas são elevadíssimas, a procura vai ser muita, mas resta saber se a Academia vai render-se aos seus encantos. Apesar de existirem grande rivais à sua altura, são os casos de The Curious Case of Benjamin Button e The Reader (apresentado em baixo), é conhecida a verdadeira amabilidade com que a Academia frequentemente tem registado em produções independentes (já falado aqui no Ante-Cinema). Mas, reflexões à parte, o que é certo é que um novo fenómeno poderá estar para chegar aos nossos cinemas muito brevemente, e resta-nos saber se o nosso público reagirá da mesma forma como têm feito até agora muitos críticos.

Slumdog Millionaire conta no seu elenco com nomes bem desconhecidos entre nós, sendo todo ele interpretado por actores de cultura indiana. São os casos, por exemplo, de Dev Patel, Anil Kapoor e Freida Pinto nos principais papéis. Existe também muita curiosidade relativamente à banda sonora, uma vez que conseguiu duas músicas nomeadas para os Oscars. O responsável por esta é A.R. Rahman. Slumdog Millionaire estreia em Portugal já na próxima quinta-feira.




THE READER

Do mesmo realizador de Billy Elliot e The Hours, The Reader é a adaptação literária do livro com o mesmo nome de Bernhard Schlink. E, comparando um pouco com o filme de cima, se Slumdog Millionaire foi uma surpresa mais do que esperada no que toca às nomeações para os Oscars, já com este filme não se pode dizer o mesmo. Contrariando tudo e todos, recebeu 5 nomeações, todas elas em categorias muito importantes, incluindo Melhor Filme, Realizador e Actriz Principal.

Stephen Daldry, realizador do filme, chega assim a um patamar bastante elevado, conseguindo um feito que muitos poucos, ou ninguém, conseguiu. Três filmes, três nomeações ao Oscar. Mas, se pode ser um ano de consolidação para Stephen Daldry, este pode ser também o ano de Kate Winslet. Nomeada ao Oscar por cinco vezes, contando com esta nomeação de The Reader, Winslet nunca conseguiu vencer. Muitos já afirmam que a sua época de ouro é agora, sendo assim bem possível a vitória na noite da cerimónia.

Com estreia marcada em Portugal para o dia 12 de Fevereiro, The Reader conta no elenco, para além de Kate Winslet, com: Ralph Fiennes, Jeanette Hain, David Kross, Bruno Ganz e Alexandra Maria Lara.




THE WRESTLER

O filme tem dado muito que falar por culpa da interpretação do rejuvenescido Mickey Rourke, mas não nos podemos esquecer do talentoso realizador que dá vida a este filme. Falamos, obviamente, de Darren Aronofsky. Com provas mais do que dadas sobre o que o seu cinema é capaz, casos como Pi, Requiem for a Dream e o mais recente The Fountain, Aronofsky volta à realização com um filme completamente diferente de tudo o que já fez na sua carreira, sendo esta uma das características que mais o define: a variedade. Para além disso, é um claro visionário, e que transporta para o seu cinema toda a sua visão.

The Wrestler
, infelizmente, só tem estreia marcada em Portugal para depois da cerimónia dos Oscars (26 de Fevereiro). Contudo, quem estiver mesmo com muita vontade de o ver, pode fazê-lo durante o Fantasporto, festival de cinema fantástico do Porto. Apesar de passar, ainda com data provisória, no dia da cerimónia dos Oscars, o filme é exibido às 23h15, o que dá uma arriscada maratona para quem quer ver ao pormenor a cerimónia. No entanto, a data está susceptível a mudanças.

Com Mickey Rourcke como protagonista principal, o filme está nomeado para 2 Oscars, Melhor Actor Principal e Melhor Actriz Secundária (Marisa Tomei), e conta ainda no elenco com Marisa Tomei, Evan Rachel Wood e Mark Margolis, habitual presença nos filmes de Aronofsky.



Ante-Cinema#

7 comentários:

Dan disse...

De todos os filmes aqui apresentados, tenho imensa curiosidade para ver o "The Wrestler". Mickey Rourke ao seu mais alto nível, sólido e concentrado e um realizador como Darren Aronofsky, um visionário como lhe chamas e bem, são factores que me entusiasmam.

Slumdog Millionaire parece ser um filme com coração, repleto de cores e prestações puras. Estou de olho, mas não muito entusiasmado sou sincero...

Destes três, The Reader nem me aquece, nem me arrefece. Kate Winslet parece estar muito bem, e a história envolvente, mas não me atrai assim muito, o que não implica, que não o vá ver ehehe :)

Grande abraço!

Fifeco disse...

Quanto aos filmes já vi o slumdog e é de facto bastante bom. Não espero muito do the Reader. A sinopse não me atrai a larga escala e acho que o filão da segunda guerra mundial ja foi demasiado explorado. Quanto ao The Wrestler claro... Não poderei perder pitada do filme. Estou muito ansioso.

ABraço

The Joker disse...

O Slumdog Millionaire e o The Wrestler andam-me a deixar doido! Estou mortinho para os ver! Raio de distribuidoras portuguesas que demoram e demoram a estrear os filmes!!!!!!!!!

Abraço

The movie_man disse...

Pessoalmente, tenho grandes esperanças para The Wrestler e Slumdog Millionaire (e sim, o título português é uma tristeza). No entanto, The Reader deverá ser um bom filme.

The Joker, o Slumdog Millionaire estreia já esta Quinta-Feira (apesar de não ter havido assim tanto destaque, já que a nossa querida Lusomundo não sabia o que fazer com o filme, não anunciando uma data de estreia até este ter ganho os Globos de Ouro) e The Wrestler estreia no final de Fevereiro (mais uma brilhante jogada da Lusomundo, estrear o filme depois dos Óscares, tipo Este País Não é Para Velhos). Enfim...

Abraços

Fernando Ribeiro disse...

Dan,

Eu, pessoalmente, adoro o trabalho de Aronofsky. E, conhecendo-o como conheço, tenho a certeza que está para vir mais um grande filme para a sua carreira. Desta vez, certamente com uma interpretação perfeita de Mickey Rourcke. Quanto ao Slumdog, partilho da tua opinião. Mas acho que me encontro um bocadinho mais entusiasmado pela sua estreia. :) O The Reader parece-me muito bom. Vamos lá ver.

Abraço.


Fifeco,

Pois, já sei que viste o Slumdog. Fico agora à espera da tua crítica. :) Quanto ao The Reader e esse ponto sobre a guerra que tu referes, acho que há sempre coisas por onde pegar. Este é outro dos caso, esperemos, com sucesso. Pelo menos assim parece.

Abraço.


The Joker e The_movie_man,

O The_movie_man já te esclareceu as datas que as distribuidoras decidiram dar a estes filmes. E, realmente, aquilo que fizeram com The Wrestler não se percebe. Já no ano passado fiquei furioso por terem posto o No Country for Old Men depois dos Oscars, e este volta a acontecer novamente com outro filme. No entanto, não nos podemos queixar muito, porque Portugal ainda continua a ser um dos países em que os filmes chegam a tempo. Mas claro, há sempre muitas falhas.

Abraços.

Ricardo Vieira disse...

Estou bastante ansioso pelo The Wrestler! Adoro o Aronofsky e só espero o melhor por cada projecto seu.

Para ser sincero os outros dois não me chamam muito á atenção. Estou apenas um bocadinho curioso relativamente ao Slumdog, devido á recepção tão positiva que tem tido. Espero ver o The Reader, mas não tenho quaisquer expectativas...

Fernando Ribeiro disse...

Ricardo Vieira,

Também estou bastante ansioso para The Wrestler. Aronofsky nunca desilude. :) Quanto aos outros dois, confesso que estou com muita curiosidade.

Abraço.