terça-feira, 30 de setembro de 2008

Só para aguçar o apetite...

Aquele que já é apontado como um filme de Oscars (principalmente na fotografia), "The Curious Case of Benjamin Button" trata-se do novo filme do brilhante David Fincher. O primeiro trailer que já havia sido apresentado à alguns meses atrás, já antevia não só um grande argumento ou uma excelente fotografia, como também excelentes desempenhos de Brad Pitt e Cate Blanchett principalmente. Com o este novo trailer em baixo, digam lá se não é de ficar com a água na boca? O filme tem estreia marcada nos EUA para o dia de natal.



Ante-Cinema#

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Passatempo "Desejos Selvagens" - Ganha Convites para a Antestreia

Conforme foi prometido, aqui está a tal surpresa que já à algum tempo foi-vos falada. O Ante-Cinema, com o apoio da Ecofilmes, tem para oferecer 20 convites duplos para a antestreia de "Desejos Selvagens", a dividir por:

- Lisboa: Dia 7 de Outubro (Terça-Feira) – 21h30 – Cinemas UCI El Corte Inglés - 10 Convites Duplos

- Porto: Dia 7 de Outubro (Terça-Feira) – 21h30 – Cinemas UCI Arrábida Shopping – 10 Convites Duplos

Para se habilitarem a um destes convites duplos, apenas têm que responder acertadamente a uma pergunta e fazerem uma resposta criativa para a segunda. Podem enviar as vossas respostas para o email ante.cinema@gmail.com, indicando o nome completo, o número de bilhete de identidade e a sala onde pretendem ver a antestreia. Devem também colocar no assunto: "Passatempo 'Desejos Selvagens'".

Pergunta 1 – Qual o nome do realizador deste filme?

Pergunta 2 – Escreve um pequeno texto que inclua as palavras "desejos selvagens".


São vencedores as melhores respostas à segunda pergunta que tenham respondido acertadamente à primeira.

O passatempo termina no dia 6 de Outubro às 11h. Os vencedores serão anunciados nesse mesmo dia.


SAVAGE GRACE. Um filme de Tom Kalin. Com Julianne Moore, Stephen Dillane, Eddie Redmayne, Elena Anaya, Unax Bugalde, Belén Rueda, Hugh Dancy.


"Savage Grace", baseado no premiado livro de Natalie Robins e Steven M. L. Aronson, conta-nos a incrível e verdadeira história de Barbara Daly, que casou acima da sua classe com Brooks Baekeland, o enérgico herdeiro da fortuna dos plásticos Bakelite.

Bela, ruiva e carismática, Barbara ainda assim não é bem a mulher perfeita para o seu marido, educado em berço de ouro. O nascimento do único filho do casal, Tony, perturba o equilíbrio instável deste casamento de extremos.

Aos olhos do pai, Tony é um completo falhanço. À medida que vai crescendo e tornando-se cada vez mais próximo da sua solitária mãe, as sementes de uma tragédia espectacular e decadente vão sendo lançadas.

Decorrendo entre 1946 e 1972, o filme desenrola-se em seis actos. A procura dos Baekelands de distinção social e do brilho da “boa vida” leva-os num percurso à volta do mundo.

E o espectador vai seguir a sua emocionante ascensão e trágica queda nos cenários naturais de Nova Iorque, Paris, Cadaques, Maiorca e Londres.


ESTREIA DIA 9 DE OUTUBRO


Grandes Momentos Cinematográficos

"FARGO", dos Irmãos Coen

Em género de antecipação em relação a "Burn After Reading", é apresentado aqui neste espaço desta semana um dos filmes mais conceituados dos irmãos Coen. "Fargo", que tinha sido até surgir "No Country for Old Men" o único filme dos Coen Oascarizado, ganhou extrema importância nas suas filmografias. Um caso bastante peculiar em relação a este "Fargo", foi o facto dos Coen terem afirmado que após terem dado o papel de fala barato a Steve Buscemi, sentiram-se quase que obrigados a darem-lhe no seu filme posterior ("The Big Lebowski"), um papel bem mais sossegado e que não tivesse que falar muito. Não deixa de ser engraçado porque no que toca a interpretações, "Fargo" está muito bem composto. Desde Frances McDormand (Oscar de melhor actriz principal por este filme), até Steve Buscemi, William H. Macy e Peter Stormare.
A cena em baixo evidencia muito bem o tipo de papeis que Buscemi e Stormare desempenharam. O conjunto da trama, a perseguição e o toque negro que só os Coen sabem dar aos seus filmes, fazem com que "Fargo" seja um dos seus melhores filmes das suas carreiras.



Ante-Cinema#

domingo, 28 de setembro de 2008

Box Office USA (Fim de Semana de 26 a 28 de Setembro)

Novo fim de semana, nova estreia na liderança. "Eagle Eye" chegou, viu e venceu. A nova produção de Steven Spielberg arrecadou um bom número de receitas nas bilheteiras americanas, fazendo assim logo nos seus primeiros três dias, uns risonhos 29.2 milhões de dólares. Isto comparado com o segundo classificado é mesmo bastante superior. Se não vejamos: "Nights in Rodanthe", o novo filme protagonizado por Richard Gere e Diane Lane, também entrou directamente para o top 10, mas fazendo apenas 13.6 milhões de dólares. Isto quer dizer que "Eagle Eye" levou assim um grande avanço sobre o segundo, antecipando talvez mais uma ou duas semanas com boas audiências.
No número três ficou o líder do fim de semana passado. "Lakeview Terrace" não aguentou muito tempo o primeiro lugar, fazendo agora apenas 7 milhões. Em duas semanas fez uns modestos 25.7 milhões de dólares.
O drama "Fireproof" foi outra estreia deste top. Entrou directamente para a quarta posição, arrecadando nas bilheteiras 6.51 milhões de dólares. A questão que se coloca é a se conseguirá manter-se no top por mais algumas semanas.
Quem vai continuando a descer é "Burn After Reading". O filme que estreará esta quinta-feira em Portugal, já foi primeiro no seu fim de semana de estreia, depois desceu para segundo, e agora já vai para quinto. Fez apenas 6.11 milhões de dólares, levando na sua totalidade 45.5 milhões de dólares.
Nas últimas cinco posições do top, é de destacar a ausência de "The Dark Knight". Ao fim de precisamente nove fins de semanas consecutivos neste top 10, acabou agora por sair. Foi realmente um grande período de glória para o filme de Cristopher Nolan, que vê agora impossível a oportunidade de destronar "Titanic" como o filme mais rentável de sempre nos EUA. Assim sendo, na sexta posição do top encontra-se o filme de animação "Igor". Fez nestes três dias 5.5 milhões de dólares. No número sete está "Righteous Kill" com ganhos que rondam os 4 milhões. Já fez na sua totalidade 34.8 milhões de dólares. "My Best Friend's Girl" desceu agora para a oitava posição, fazendo nas bilheteiras deste fim de semana 3.8 milhões de dólares. O novo filme de Spike Lee, "Miracle at St. Anna", não conseguiu melhor na sua estreia do que o nono lugar, arrecadando apenas 3.5 milhões. Na última posição encontra-se "The Family that Preys", com ganhos de 3.16 milhões de dólares.

Ante-Cinema#

sábado, 27 de setembro de 2008

Para sempre nos nossos corações...

Paul Newman
(1925 - 2008)




Ante-Cinema#

Antestreia "Destruir Depois de Ler"

O mês de Outubro vai começar da melhor maneira. O novo filme dos irmãos Coen, recentemente galardoados com 4 Oscars por "No Country for Old Men", estreia já na próxima quinta-feira em Portugal. E como já é habitual, o Ante-Cinema proporciona-vos todos os links para que consigam obter convites duplos para as antestreias nacionais. Elas irão decorrer tanto no Porto como Lisboa, ambas às 22h do dia 1 de Outubro. "Destruir Depois de Ler" é protagonizado por Brad Pitt, Frances McDormand, John Malkovich, George Clooney e Tilda Swinton. Todos os links em baixo.

Estreias da Semana (25 de Setembro a 1 de Outubro)


"ESPELHOS" TRAILER:



Ante-Cinema#

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Uma Surpresa no Ante-Cinema - Brevemente...!

Uma vez que esta semana não foi possível actualizar o Ante-Cinema como é de habitual, vocês vão receber as minhas desculpas perante uma grande surpresa que à muito era um dos meus principais objectivos para este blog. Durante a próxima semana ela irá ser aqui colocada, restando-vos apenas que fiquem atentos aos próximos dias.

Fernando Ribeiro
Ante-Cinema#

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Qual é o Filme? - 2ª Temporada - Semana 12


FILME DA SEMANA PASSADA:

Vencedor da Semana Passada: Kamila

Classificação:
1. Tiago Gonçalves - 4 Pts.
2. Fifeco - 2 Pts.
3. Costas Mandylor - 2 Pts.
4. Kamila - 1 Pt.

QUAL É O FILME?
Ante-Cinema#

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Grandes Momentos Cinematográficos

"ANNIE HALL", de Woody Allen

"What's with all these awards? They're always giving out awards. Best Fascist Dictator: Adolf Hitler."
Alvy Singer (Woody Allen)

"Annie Hall" é sem dúvida um dos melhores filmes de toda a carreira de Woody Allen. Para além de conter cenas como a de baixo, o filme é um pleno retrato de uma sociedade e uma excelente visão sobre o próprio conceito do amor. "Annie Hall" é o filme mais conceituado e galardoado de Woody Allen. Tendo ganho quatro Oscars nas categorias de melhor filme, melhor realização, melhor actriz principal (Diane Keaton), e melhor argumento original, permitiu que a sua filmografia até à altura fosse condecorada. Contudo, Woody Allen é daquele tipo de realizadores que acabam por ser ligeiramente renegados pelo seu povo de origem. O seu público é maioritariamente europeu, brincando até com essa situação em "Hollywood Ending", onde a personagem que interpreta é a de um realizador que fez um filme às cegas mas que acabou, ao contrário do esperado, por obter sucesso em França.
Com uma média de filmes já impressionante, Woody Allen continua no activo e recomenda-se. O seu último grande sucesso cinematográfico foi "Match Point", deliciando tanto o público como os críticos. Esta excerto de "Annie Hall" é hilariante, porque de facto, existem sempre aquele tipo de pessoas que temos que aturar antes ou durante o filme, que nos põem logo irritados. A cena em baixo.



Ante-Cinema#

domingo, 21 de setembro de 2008

Box Office USA (Fim de Semana de 19 a 21 de Setembro)

O novo filme dos Coen, "Burn After Reading", só conseguiu a liderança no seu primeiro fim de semana. Agora, desceu para o segundo lugar, possibilitando a "Lakeview Terrace", o primeiro lugar deste top 10 do box office americano. O filme protagonizado por Samuel L. Jackson, Patrick Wilson e Kerry Washington, entrou assim directamente para o posição número um, com ganhos de 15.6 milhões de dólares. A comédia dos irmãos Coen fez este fim de semana 11.3 milhões, ficando-se então pelo segundo lugar.
A outra entrada desta semana para os cinemas foi directamente para o terceiro lugar. "My Best Friend's Girl", uma comédia romântica que conta no elenco com Dane Cook, Kate Hudson e Jason Biggs, fez nos seus primeiros três dias de exibição 8.3 milhões de dólares.
Na quarta posição encontra-se mais uma estreia. O filme de animação "Igor" fez uns modestos 8.01 milhões de dólares, não ajudando assim o facto de John Cusack dar a voz ao protagonista principal do filme, já que não conseguiu mais que uma modesta entrada para o quarto lugar do top.
O estreante do fim de semana passado, "Righteous Kill", que junta Robert de Niro e Al Pacino novamente no mesmo filme, desceu do terceiro lugar para o quinto. Se este filme de Jon Avnet ainda conseguiu uns bons 16.5 milhões de dólares no anterior fim de semana, neste apenas facturou 7.7 milhões.
Restam agora os últimos cinco lugares do top. "The Family that Preys" desceu quatro lugares, encontrando-se assim na sexta posição. Este drama fez nestes últimos três dias 7.5 milhões de dólares. "The Women" também desceu alguns lugares, ocupando agora a sétima posição do top. Fez 5.31 milhões de dólares. "Ghost Town" é outra estreia deste fim de semana, e entrou directamente para o oitavo lugar. Fez nas bilheteiras americanas 5.17 milhões de dólares. "The Dark Knight" desceu mais dois lugares, arrecadando nestes três dias 2.95 milhões. Está assim no número nove do top, tendo já na sua totalidade ganhos de 522 milhões de dólares. O décimo lugar pertence à comédia "The House Bunny", tendo feito 2.8 milhões.

Ante-Cinema#

Crítica - "Gomorra"

por Mário Macedo (Autor Convidado)

Nota: 8/10

Adaptado do best-seller de Roberto Saviano, a obra de Matteo Garrone, "Gomorra" é o retrato de uma sociedade com ligações à máfia napolitana, a Camorra. Ao longo da película assistimos a cinco curtas-metragens misturadas entre si que retratam os vários negócios ilícitos que fazem da Camorra uma das máfias mais poderosas de Itália. Temos os jovens, que são a base de muito tráfico na cidade napolitana, os pagamentos por protecção, um responsável por um aterro de material químico e um costureiro que trabalha para a alta-costura.
O título do filme deixa antever aquilo a que vamos assistir, Gomorra é uma cidade bíblica que, juntamente com Sodoma, representa o pecado. Os subúrbios de Nápoles são isso mesmo, onde existe uma sociedade suja, que vive com medo de represálias, e onde cada movimento dado em falso resultará na morte. Atrevo-me a dizer que foi um dos retratos da máfia mais reais que alguma vez vi, em parte pelas excelentes interpretações dos actores, na sua maioria amadores, que entregam ao seu papel tamanha dedicação e intensidade, que cheguei ao ponto de me questionar se estes não pertenciam à Camorra.
A nível cinematográfico devo admitir que achei espantosa a cena inicial, onde a crueza e violência da cena conjugada com a música totalmente inesperada torna desta cena uma das mais originais que já vi nos últimos tempos, sendo de destacar toda a banda sonora, que retrata na perfeição todo o gueto que são os subúrbios de Nápoles. Um dos pontos que menos apreciei, mas que não retiram qualquer genialidade ao filme, trata-se da maneira de filmar de Matteo Garrone, que em alguns planos tenta ser demasiado indie\doc, em parte talvez para fornecer maior realismo às cenas, mas que em certas situações parece extremamente exagerado.
Concluindo, é um filme que recomendo vivamente e que vem mostrar sem rodeios ou efeitos a realidade de uma cidade e, principalmente de uma sociedade. O cinema italiano como não o víamos à muito.

Ante-Cinema#

sábado, 20 de setembro de 2008

Sobre "Tropic Thunder"...

Nota Ante-Cinema: 8/10

Os especiais relativamente a "Tropic Thunder" continuam aqui no Ante-Cinema. O filme estreou na passada quinta-feira em Portugal, e mesmo não se sabendo nada sobre o rumo dos acontecimentos em termos de bilheteira em Portugal, espera-se que "Tropic Thunder" consiga obter boas receitas no nosso país. Se ainda não viram o filme, é recomendável que o façam. Para além de contar com interpretações de encher o olho, principalmente de Robert Downey Jr e do fantástico Tom Cruise, reflecte variadíssimas homenagens e referências a um número variado de filmes, sendo eles de guerra, drama, comédia ou acção. É assim uma visão sobre o cinema actual e uma reflexão sobre a maneira como ele é feito e gerido, fazendo desta comédia como uma das melhores dos últimos anos. Para além do próprio filme, somos ainda brindados com três trailers simplesmente hilariantes.
Em baixo fica um especial feito pela revista Empire a "Tropic Thunder", onde entrevistam uma das pérolas deste filme, Robert Downey Jr. Também vos chamo a atenção em baixo, para um dos diálogos mais hilariantes e reflectivos do filme. Porque todo ele é um conjunto de talentosos e estrondosos diálogos.

"Check it out. Dustin Hoffman, 'Rain Man', look retarded, act retarded, not retarded. Counted toothpicks, cheated cards. Autistic, sho'. Not retarded. You know Tom Hanks, 'Forrest Gump'. Slow, yes. Retarded, maybe. Braces on his legs. But he charmed the pants off Nixon and won a ping-pong competition. That ain't retarded. Peter Sellers, 'Being There'. Infantile, yes. Retarded, no. You went full retard, man. Never go full retard. You don't buy that? Ask Sean Penn, 2001, 'I Am Sam'. Remember? Went full retard, went home empty handed... "

Kirk Lazarus (Robert Downey Jr.)



Ante-Cinema#

Antestreia "Mirrors - Espelhos"

"Mirrors" estreia em Portugal na próxima quinta-feira. Realizado por Alexandre Aja, o mesmo realizador do remake de Wes Craven "The Hills Have Eyes" (2006), conta no principal papel com Keifer Sutherland, o intérprete da mediática série televisiva "24". A antestreia será no próximo dia 24 de Setembro (Quarta-Feira), com sessões a decorrerem em Lisboa e no Porto. O filme é distribuído em terras lusas pela Castello Lopes Multimédia. Para se habilitarem a um dos convites duplos que cada organização tem para oferecer, basta clicarem nos links em baixo.

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Ante-Trailer


"RACHEL GETTING MARRIED", de Jonathan Demme

Do conceituado realizador Jonathan Demme, "Rachel Getting Married" parece marcar o seu glorioso regresso ao cinema. Depois de ter dedicado estes últimos anos a documentários ("Neil Young: Heart of Gold" e "Jimmy Carter Man from Plains"), sendo a sua última longa metragem de ficção "The Manchurian Candidate" em 2004, Demme traz neste seu regresso não só uma abordagem bem diferente em relação àquilo que já fez, como provavelmente uma das interpretações do ano. Já muitos falam no desempenho de Anne Hathaway como algo de extraordinário, não retirando a hipótese de uma nomeação ao Oscar. Esta actriz conhecida principalmente pelos seus filmes familiares e comédias, parece querer claramente afastar a imagem de inocente para trás, e assim marcar um novo rumo à sua carreira. E como esperta foi ela em começar essa "transição" com Jonathan Demme. Pelo trailer percebemos a qualidade desta sua encarnação no filme como Kym, e que de facto aquilo que andam para aí a dizer, poderá ter o seu quê de verdade. O melhor é verem o trailer.



Ante-Cinema#

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

"Tropic Thunder" estreia hoje em Portugal

O filme de Setembro no Ante-Cinema estreia hoje em Portugal. Após alguns dias com claro destaque para a nova realização de Ben Stiller, chega a agora o momento de a visionarmos nos cinemas. Esta comédia tem feito rir praticamente todos, com a principal proeza de ter conseguido uma estratégia de marketing perfeita muito antes do próprio filme estrear nos Estados Unidos. Entre aparições do elenco em programas televisivos, de um sketch para os Mtv Movie Awards que elevou ainda mais o filme, até aos diversos trailers e posters muito apelativos, "Tropic Thunder" tornou-se numa das estreias mais esperadas do ano. Agora, se o filme valerá tanto como promete, só vocês o pedem dizer. Por isso, o Ante-Cinema larga uma espécie de partida, onde no final gostaríamos de saber a vossa opinião acerca deste filme. O espaço dos comentários está assim aberto para as vossas reacções acerca de "Tropic Thunder".



Ante-Cinema#

Estreias da Semana (18 a 24 de Setembro)


"GOMORRA" TRAILER:


Ante-Cinema#

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Qual é o Filme? - 2ª Temporada - Semana 11


FILME DA SEMANA PASSADA:
Vencedor da Semana Passada: Fifeco

Classificação:
1. Tiago Gonçalves - 4 Pts.
2. Fifeco - 2 Pts.
3. Costas Mandylor - 2 Pts.

QUAL É O FILME?

Ante-Cinema#

As Estrelas do Cinema de Animação - Parte 3


BETTY BOOP

por Fernando Ribeiro

A personagem dotada de uma sensualidade exuberante, impressionou o público e levantou muitas questões dentro do género cinematográfico. Criada por Max Fleischer (o mesmo criador de Bimbo e Ko Ko), Betty Boop teve a sua primeira aparição em 1930 no filme "Dizzy Dishes". Inicialmente, com o seu aspecto mais “animal”, ela demonstrou uma faceta mais “atrevida” e rapidamente se tornou num ícone sexual pelo mundo inteiro. Posteriormente ao seu aspecto inicial, Betty foi melhorada visualmente, onde ganhou um toque mais humano e sensual, admirando um público que nunca tinha visto nada semelhante no cinema de animação. Contudo, a personagem viria a perder algum protagonismo depois da MPPDA (The Motion Pictures Producers and Distributors Association), ter posto em vigor um regulamento que afectou os filmes da Betty Boop. Foi-lhe censurada toda a sensualidade característico da própria criação, passando a ser uma mera dona de casa. Mais tarde juntou-se a ela Grampy, que lhe roubaria praticamente todo o protagonismo. Betty já não tinha a força e o estrelato que possuía antes. Usava mais roupa, e apenas se preocupava com as lidas da casa. No entanto, Betty Boop não marcou um estilo muito próprio dentro do cinema de animação, mas sim um dinamismo em termos de personagem, que basicamente nenhuma outra o tinha criado no mundo da animação até à altura. É de frisar a importância que ela pode ter tido não só para as mulheres, no que toca à identificação pessoal de cada uma com Betty, mas também para os homens, pois para eles, ela era algo que eles gostavam de apreciar, e onde sobretudo desejavam-na sexualmente. Sobre ela será então importante referenciar os seguintes aspectos: inicialmente tinha um objectivo diferente em relação àquilo que conhecemos dela actualmente, ou seja, não era propriamente bonita mas depois da aderência do publico, mais exactamente com os homens, quase tudo nela mudou. Depois, outro ponto a registar foi a forma como a animação entrou nas pessoas, mais propriamente nos adultos em si. Era de facto uma personagem que dizia claramente mais aos adultos, marcando assim uma geração que estava um pouco reprimida. Assumiu também um estatuto de estrela erótica, como ainda hoje é um pouco conhecida dentro da nossa sociedade.

"DIZZI DISHES":



Ante-Cinema#

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Especial "Tropic Thunder" - Entrevistas - Parte II

A segunda parte dedicada às entrevistas dos intervenientes de "Tropic Thunder" continua. Agora é a vez de Ben Stiller. Realizado, escrito, produzido, e interpretado por este ícone actual do género da comédia, Ben pretendeu desta vez aumentar a sua fasquia nesta produção. Determinado em conseguir algo de diferente neste filme, nada melhor que pegar num ponto de partida que tão bem ele conhece: o cinema. Um grupo de actores que estavam em cena para interpretar um filme de guerra, acabam envolvidos numa bem real.
Detentor de alguns grandes sucessos dentro da comédia, não é a primeira vez que Ben Stiller pega nas câmeras para realizar. Já o tinha feito com "The Cable Guy" (1996), ou "Zoolander"(2001). Desta vez a grandeza parece outra, e para ajudar à festa adquiriu ainda um talentoso elenco. Os principais destaques são obviamente para Stiller, Jack Black e Robert Downey Jr. A entrevista do realizador e actor em baixo.



Ante-Cinema#

domingo, 14 de setembro de 2008

Box Office USA (Fim de Semana de 12 a 14 de Setembro)

Os irmãos Coen bateram neste fim de semana um novo recorde para as suas carreiras pessoais. "Burn After Reading", que estreará em Portugal no próximo mês de Outubro a cargo da Castello Lopes Multimédia, foi a estreia mais rentável que os irmãos Coen já alguma vez tiveram nas salas dos Estados Unidos da América. O anterior máximo tinha pertencido à comédia de 2004 "The Ladykillers", já que tinha rendido 12.6 milhões de dólares. Este "Burn After Reading", que teve a sua antestreia mundial no último festival internacional de Veneza, arrecadou no seu fim de semana de estreia 19.4 milhões de dólares. Está assim no primeiro lugar deste box office.
O segundo lugar deste fim de semana cabe a outra estreia. O drama "The Family That Preys" entrou directamente para o número dois, arrecadando nas bilheteiras uns bons 18 milhões de dólares. Conseguiu, ainda assim, ficar muito perto do novo filme dos Coen.
Quem não evitou um ligeiro fracasso, foi o regresso aos cinemas de dois dos actores mais mediáticos dos Estados Unidos. Robert de Niro e Al Pacino são os intérpretes do filme "Righteous Kill", que não conseguiu mais que o terceiro lugar. A competição deste fim de semana era grande, arrecadando este filme de Jon Avnet uns 16.5 milhões de dólares.
No número quatro ficou mais uma estreia, cabendo o lugar à comédia dramática "The Women". Interpretado essencialmente por um elenco feminino, onde se destacam Meg Ryan, Anette Bening, Eva Mendes e Debra Messing, conseguiu atingir a marca dos 10 milhões de dólares.
Na quinta posição encontra-se a comédia "The House Bunny". É o quarto fim de semana consecutivo nos cinco primeiros lugares do box office, e já arrecadou desde a sua estreia nos cinemas, um total de 42 milhões de dólares. Nestes três dias esteve muito abaixo das entradas em cima referidas, fazendo apenas 4.3 milhões de dólares. Anna Farris é o nome forte deste filme, que consegue assim manter-se nos lugares de cima.
Nas últimas cinco posições temos algumas relativas descidas em relação aos fins de semana anteriores. O filme de Ben Stiller, "Tropic Thunder", desceu directamente para o sexto lugar. Contudo, conseguiu chegar agora à marca dos 100 milhões de dólares, tendo na sua totalidade 102 milhões. Este fim de semana fez perto de 4.2 milhões. "The Dark Knight", que se mantém no top 10 desde a sua estreia, desceu para o sétimo lugar. Ao fim de oito fins de semanas sempre nos primeiro cinco lugares, desceu agora essa barreira. O objecto em chegar aos 600 milhões de dólares ainda é uma possibilidade, levando até agora 517 milhões. Nestes três dias fez 4 milhões. A descida mais acentuada em relação ao top anterior, foi sem dúvida alguma "Bangkok Dangerous". O filme com Nicolas Cage, que entrou no fim de semana passado directamente para o primeiro lugar, desceu agora sete lugares. Está assim na oitava posição, tendo feito uns modestos 2.4 milhões de dólares. "Traitor" fica-se pela nona posição, com ganhos de 2.1 milhões, e "Death Race" no décimo lugar com 2 milhões de dólares.

Ante-Cinema#

Tabela de Classificações (Agosto)


Este mês, junta-se a este espaço mais uma tabela. O blog "Cinema is my Life", dedicou a semana passada a um conjunto de retrospectivas sobre Quentin Tarantino, e assim, foi feita uma tabela em conjunto com o trio do costume, onde se inserem o "Ante-Cinema" e o "Cinematograficamente Falando", para dar as nossas notas sobre os filmes que ele realizou, escreveu e protagonizou. A tabela Tarantino em baixo.

Ante-Cinema#

sábado, 13 de setembro de 2008

Antestreia "Tropic Thunder"

"Tropic Thunder" estreia em Portugal já na próxima quinta-feira. Realizado por Ben Stiller, já muitos afirmam ser a comédia do ano, bem como o regresso aos bons tempos de Stiller. Como foi aqui prometido, ficam em baixo todas as possibilidades para vocês conseguirem um convite duplo para uma das antestreias. E como já vem sendo costume, a Zon Lusomundo oferece várias hipóteses para essas antestreias. Lisboa terá duas salas com essas sessões especiais, e ainda haverá uma sala no Porto como em Coimbra. Será no dia 17 de Setembro (Quarta-Feira), com todas as sessões a começarem às 21h30. Não deixem esta oportunidade para trás, bastando apenas que cliquem nos links em baixo para tentarem a vossa sorte.

Turbo;
Yorn.

"TROPIC THUNDER" MTV MOVIE AWARDS:


Ante-Cinema#

Ante-Trailer

"CHANGELING", de Clint Eastwood

Clint Eastwood já atravessou vários momentos na sua vastíssima carreira. Tendo conseguido de maneira triunfal a transição que o cinema sofreu aquando o "fim" do western, desenvolveu não só a sua multifacetada representação, como deu a conhecer ao mundo do cinema o seu enorme talento como realizador. Já com quatro Oscars ganhos ao longo da carreira (dois deles de melhor realizador), Clint Eastwood provou que ainda está aqui para durar, e para fornecer a todos os cinéfilos, filmes inteligentes e de extrema qualidade. Este "Changeling" certamente não fugirá à regra. Isto também porque poderá ser novamente filme de Oscars, e Angelina Jolie poderá uma vez mais ser nomeada por este papel. Outra das coisas impressionantes em Eastwood, é o facto dele nos últimos anos ter realizado, produzido, e feito as suas próprias bandas sonoras.
"Changeling" estreará nos Estados Unidos a 31 de Outubro, e conta a história de uma mulher (Angelina Jolie), que após do rapto do seu filho e deste ter regressado a casa, começa a suspeitar que ele não é mesmo o filho dela. Por isso ela terá que descobrir a verdade, e entrar nos caminhos da polícia para tentar resolver a sua suspeita e descobrir o seu verdadeiro filho. O trailer em baixo.



Ante-Cinema#

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

A Nova Imagem do Ante-Cinema

É com todo o gosto que apresento uma primeira fase que marcará o primeiro passo de uma viragem para o Ante-Cinema. Já à algum tempo estava prevista esta mudança de imagem que se vai iniciar a partir de hoje, mas só agora foi possível iniciar este processo. Em cima podem ver a nova identidade deste blog. O logótipo e o banner foram criados por Fábio Oliveira, que para além de ter feito um grande trabalho, ainda me teve que aturar por muitos dias, dado o meu grau de exigência e perfeição. Pela minha parte, quero então agradecer a este grande amigo por todo o trabalho desenvolvido para este blog, e por ter tornado esta primeira fase possível.
E falo em cima de primeira fase porquê? Porque as mudanças não vão ficar por aqui. Toda uma nova imagem do Ante-Cinema está a ser trabalhada. Não é apenas a criação de um logótipo que criará essa mudança. Todo o layout do blog vai sofrer mudanças futuramente, como também a nível de conteúdo estão preparadas algumas grandes surpresas. E que surpresas meus amigos! Sendo assim, espero que gostem desta primeira fase da nossa viragem, e não deixem de comentar a vossa opinião sobre o logótipo.

Fernando Ribeiro
Ante-Cinema#

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

As Estrelas do Cinema de Animação - Parte 2


por Fernando Ribeiro

O início do Mickey Mouse não foi nada fácil. Quando esta personagem animada surgiu, ninguém lhe dava grande importância. No entanto, o início de Mickey começou com algumas criações por parte de Walt Disney, que depois da sua criação Oswald ter falhado, começou a desenhar os primeiros esboços da sua nova criatura. Inicialmente, Disney queira chamar Mortimer ao agora conhecido Mickey Mouse. Mas a mulher de Disney não achou o nome muito bonito, afirmando que devia ser um nome bem mais fácil de memorizar, como nomes dados a cães de estimação por exemplo. Ela sugeriu então Mickey, e foi assim que ficou. O primeiro filme do Mickey foi em 1928, com "Plane Crazy" (ainda dentro do cinema mudo), mas mais uma vez, Disney não encontrou o sucesso junto dele. Ninguém achava nada de especial, e afirmavam que não trazia nada de novo. Foi então que surgiu algo: o som. Inicialmente exibido na época do mudo, "Plane Crazy" não teve qualquer impacto nesta altura, mudando o rumo dos acontecimentos na segunda versão do filme que incluía som. A junção de sons com as imagens exibidas em sintonia, fez com que tudo mudasse na vida do Mickey Mouse como na do seu criador Walt Disney. Se vissem primeiro este filme sem som, ele de facto não traria nada de novo, acabando mesmo por se tornar um pouco chato. O que se colocava em causa, era o facto de os desenhos serem genericamente algo que já tinha sido visto antes. A sintonia para com o público era quase nula, só que com o aparecimento do som tudo mudou. Tudo passou a ser divertido de ver. A palavra entretenimento ganhou uma nova forma no mundo do Mickey Mouse, e tinha então tudo para se assumir como uma nova estrela dentro do meio cinematográfico. Foi então que esta passagem para o estrelato rapidamente se desenvolveu. Mickey ganha total protagonismo no seu filme intitulado "Steamboat Willie" que surgiu também no ano de 1928, bem como novamente em "Plane Crazy" (desta vez com som). Mais uma vez o uso do som foi integrado nesta fita e o sucesso ficou assim lançado. A partir deste momento, Mickey torna-se num grande ícone, e uma personagem animada acarinhada por todos. A questão principal era a seguinte: até que ponto Mickey Mouse batia Felix the Cat em termos de animação bem como de filme? A resposta reside no facto de Mickey só ser o que é hoje graças ao som. Não houve tanto mérito próprio como houve para Messmer com Felix the Cat. Felix usava um determinado número de situações para chegar a uma solução, dando-lhe um estatuto muito mais criativo dentro deste conceito do cinema de animação. Já o Mickey Mouse aproveitou de certa forma uma inovação no cinema, para o lançar completamente, já que nunca teve a expressividade atrás referida quanto ao Felix the Cat. Esta característica é algo a que não podemos compará-los. Enquanto Felix usava os gestos e expressões para transmitir determinada ideia e acontecimento, já o Mickey Mouse apenas utilizava o som e todo aquele jogo de músicas para se transmitir a uma audiência. Claro que tem grande mérito por isso, mas acaba por não ser a mesma coisa que o Felix conseguiu obter anteriormente. No entanto, foram duas personagens que ganharam um nível de estrelato tal, que bateram sem sombra de dúvidas estrelas de carne e osso. Não deixa de ser um facto bastante curioso, sendo que se trata de estar a idealizar e a acarinhar duas personagens que não passam de uma animação.

STEAMBOAT WILLIE:


Ante-Cinema#

Estreias da Semana (11 a 17 de Setembro)


"BEFORE THE DEVIL KNOWS YOU'RE DEAD"
TRAILER:


Ante-Cinema#

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Qual é o Filme? - 2ª Temporada - Semana 10


FILME DA SEMANA PASSADA:
# Não Houve Nenhum Vencedor na Semana Passada #

Classificação:
1. Tiago Gonçalves - 4 Pts.
2. Costas Mandylor - 2 Pts.
3. Fifeco - 1 Pt.

QUAL É O FILME?
Ante-Cinema#

terça-feira, 9 de setembro de 2008

As Estrelas do Cinema de Animação - Parte I

FELIX THE CAT

por Fernando Ribeiro

Criado por Otto Messmer, esta personagem que surge dentro do cinema mudo, é a primeira a receber o estatuto de estrela dentro do meio cinematográfico. Originalmente, Felix the Cat surgiu em 1910 na revista "Feline Follies", mas rapidamente, Messmer tinha outros planos para esta caricata personagem. Joe Oriolo juntou-se assim a Messmar, e começaram os dois a trabalhar intensamente na personagem. Depois de todo o trabalho e esforço do seu criador em aperfeiçoá-lo, eis que o produtor John King baptiza este gato de Felix. Isto porque ele apreciava todo o contraste existente à volta dos termos felino e "felicity". Depois, ao fim de contas era um gato preto, e toda a gente associa um gato preto ao azar ou à má sorte, e isso era exactamente o oposto desta personagem. Felix the Cat era uma criatura que trazia sorte a todos os que estavam com problemas. Todo este contraste associado à palavra Felix, dava assim ao mesmo tempo, uma sintonia empolgante e caricata.
Sendo assim, Felix the Cat surge pela primeira vez no cinema em 1919 (ainda cinema mudo) no episódio chamado "Feline Follies". Mas o verdadeiro nome ainda não tinha surgido aqui. Só no seu filme posterior, "Musical News" é que o nome Felix apareceu, tendo apenas direito a usar esse nome num título dos seus filmes, apenas em "The Adventures of Felix". De anotar, que todos estes filmes surgiram no mesmo ano, ou seja, em 1919. O sucesso foi então tanto, bem como imediato, que em 1921, Pat Sullivan se associou a M. J. Wrinkler na distribuição pelo mundo inteiro de Felix the Cat. O sucesso estava então garantido e tinha tudo para ser uma estrela. E de facto foi o que aconteceu. Uma nova estrela chegou ao cinema, e acima de tudo, capaz de chegar ao ponto de superar estrelas da altura como Buster Keaton ou Charles Chaplin.Felix the Cat não chegou assim ao estrelato por mero acaso. Ele era realmente uma personagem bastante bem construída, e a sua animação possuía um grafismo e uma forma de transmitir as ideias e pensamentos, como nenhum filme hoje consegue transmitir. E isto é muito simples de explicar. Na era do cinema mudo, tudo funcionava à volta das expressões. Os filmes tinham que ser bastante expressivos para haver a sintonia com o público. Esta personagem, para além de usar de forma bastante criativa essa expressividade, é uma personagem simpática e que faz qualquer pessoa gostar dela. E é aqui na expressividade que reside a grande diferença em relação a todas as outras estrelas do cinema de animação. Não é à toa que o Mickey Mouse não tinha o carisma que tem agora, antes do surgimento do som. Foi completamente renegado na era do cinema mudo, sendo salvo pelo próprio aparecimento do som, que lhe deu assim o estatuto que ele ainda hoje tem junto de todos. Felix the Cat tem assim algo que os outros nunca conseguiram ter. O grau de expressividade nos seus filmes era tão grande, que só para especificar algumas ocasiões, num dos seus filmes quando Felix teve uma dúvida, surgiu um ponto de interrogação, e posteriormente, esse serviu como chave para abrir uma porta. Outro, por exemplo, foi quando no filme "Felix in Hollywood", na sua primeira tentativa de ir com o seu dono para Hollywood, este se tornou numa bengala para enganá-lo. Tudo isto faz com que a personagem seja bastante caricata e chame a atenção das pessoas.
Sendo chamado muitas vezes de Charles Chaplin (isto porque Chaplin também era bastante expressivo e também porque Felix o imitou em "Felix in Hollywood"), Felix the Cat foi considerado um grande astro do cinema, mais propriamente durante os anos 20. Foi então o grande pioneiro do estrelato em personagens no cinema de animação. Em baixo fica o filme de 1923 "Felix in Hollywood".



Ante-Cinema#

Especial "Tropic Thunder" - Entrevistas - Parte I

"Tropic Thunder" está mais perto do que nunca de Portugal. A sua estreia está marcada para o dia 18 de Setembro, e o Ante-Cinema dá-te tudo o que precisas de saber até à sua estreia. Começamos assim este ciclo de entrevistas sobre "Tropic Thunder" com Jack Black.
Como é costume, entrevistas com Jack Black significam entretenimento. Esta não foge à regra, sendo que Black acaba por falar sobre o seu cabelo loiro no filme, e até a que nível isso pôde ser divertido para ele próprio. A referência a Ben Stiller como realizador também é discutida, afirmando que foi uma vantagem ser o "actor" Ben a realizar a este filme, porque assim este apela à criatividade, já que ele acaba também por ser um deles. Como actores, Jack evidencia esse ponto vantajoso para todos os que fazem parte de "Tropic Thunder".
Jack Black é conhecido por fazer papéis cómicos perspicazes e cheios de humor. Entre os seus maiores êxitos encontram-se filmes como "The Cable Guy", "Orange County", "The School of Rock", "King Kong", e mais recentemente "Tenacious D in the Pick of Desteny" e "Kung Fu Panda". A entrevista em baixo.



Ante-Cinema#

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Grandes Momentos Cinematográficos

"THE ROYAL TENENBAUMS", de Wes Anderson

Em 2001, Wes Anderson trouxe para o cinema uma comédia bastante peculiar e nada convencional, digna de permanecer como um dos melhores filmes da sua carreira. Com um leque de actores conceituados, onde alguns deles viriam a permanecer-se fieis ao realizador (são os casos de Bill Murray, Anjelica Huston e Owen Wilson), "The Royal Tenenbaums" tornou-se então num sucesso e numa referência ao género da comédia dramática.
Wes Anderson retrata neste filme uma sátira a uma família que tem tudo para ser completamente disfuncional, mas onde no fundo, todos se amam uns aos outros e que querem ser uma família como as outras. Só que aqui há de tudo. Existe uma mistura de sentimentos e paixões, que tornam todo o filme especial e ao mesmo tempo divertido de se ver. Os três filhos desta família, com o passar dos anos, foram-se desenvolvendo e criando certos paradigmas nada fáceis. Chas era era um tenista profissional e desvincula-se da carreira por causa de um grande desgosto de amor, Richie fica viúvo e torna-se depois paranóico com os seus dois filhos, e Margot não consegue escrever, apanhando-se assim num casamento infeliz. Os "chefes" da família, Royal e Etheline Tenanbaum, divergem demasiado, sendo que após anos separados, Royal tenta regressar à família simulando que está às portas da morte. Um conjunto de confusões num seio familiar, que dá assim asas a muitos confrontos e sentimentos.
A cena em baixo é um exemplo claro da essência e problemas da família, ficando assim o destaque a esta cena em especial, devido à importância que Ben Stiller tem por aqui este mês. A cena em baixo.



Ante-Cinema#

domingo, 7 de setembro de 2008

Box Office USA (Fim de Semana de 5 a 7 de Setembro)

Ao fim de três semanas consecutivas em primeiro lugar, "Tropic Thunder" desce directamente para o segundo lugar do top 10 norte americano. E o grande culpado disto foi "Bangkok Dangerous". O remake do filme tailandês de 1999, também com o mesmo nome, entrou directamente para o primeiro lugar dos mais vistos na sua semana de estreia. Contudo, não se pode dizer propriamente que foi uma boa estreia. No geral, este top 10 deste fim de semana, foi muito fraco no que diz respeito aos números que todos os filmes fizeram nas bilheteiras. "Bangkok Dangerous", com Nicolas Cage no principal papel, acabou por fazer apenas 7.8 milhões de dólares, ficando assim ligeiramente acima do filme de Ben Stiller, já que este arrecadou 7.5 milhões de dólares.
Quanto ao resto do top, ele mantém-se praticamente igual ao da semana passada. Sem mais nenhuma estreia da semana incluída, o terceiro classificado acabou por ser "The House Bunny", que sobe assim um lugar relativamente à semana passada. O filme com Anna Faris, fez este fim de semana perto de 6 milhões de dólares.
Para o quarto lugar voltou outra vez "The Dark Knight". Já à duas semanas esteve nesta posição, voltando à terceira no fim de semana passado. Agora volta ao quarto lugar com um claro objectivo: chegar aos 600 milhões de dólares. Para já ainda vai com um total de 512 milhões, sendo que este fim de semana fez nas bilheteiras 5.71 milhões de dólares.
No quinto lugar temos um repetente pela segunda semana consecutiva. Ao contrário do que foi aqui projectado na semana passada, "Traitor" manteve a sua posição, arrecadando no box office deste fim de semana 4.66 milhões de dólares.
Nos últimos cinco lugares do top fazem parte cinco filmes do fim de semana passado. No sexto lugar encontra-se "Babylon A.D.", que entre as polémicas entre realizador e produtora levadas a público desde a sua estreia nos cinemas (o realizador Mathieu Kassovitz divulgou que a 20th Century Fox lhe obrigou a cortar cenas que para ele eram cruciais para a sequência do filme), fez este fim de semana 4 milhões de dólares. Na sétima posição ficou "Death Race", fazendo 3.59 milhões de dólares. A comédia "Disaster Movie" está mesmo a ser um desastre, já que neste seu segundo fim de semana apenas fez nas bilheteiras 10.9 milhões. Nestes dois dias fez 3.3 milhões de dólares e encontra-se na oitava posição. "Mamma Mia!", que estreou esta quinta-feira nos cinemas portugueses, fez neste fim de semana americano 2.71 milhões, arrecadando a nona posição. Leva já na totalidade desde a sua estreia 136 milhões de dólares. Por último, "Pineapple Express" fez 2.4 milhões de dólares, assumindo assim a última posição deste top 10.

Ante-Cinema#

sábado, 6 de setembro de 2008

Antestreia "The Air I Breathe"

A próxima quarta-feira é dia de antestreia. "The Air I Breathe", em português "O Ar que Respiramos", estreia na próxima quinta-feira e o Ante-Cinema divulga todos os sítios na internet onde se podem habilitar a ganhar convites duplos para as antestreias. Para isso só têm que clicar nos links em baixo e tentar a vossa sorte.
"The Air I Breathe" é realizado por Jieho Lee, e conta no elenco com estrelas como Kevin Bacon, Julie Delpy, Brendan Fraser, Andy Garcia, Sarah Michelle Gellar, Emile Hirsch e Forest Whitaker. Será o filme tão bom como este elenco?
Como já foi dito, as antestreias irão decorrer na próxima quarta-feira, tanto em Lisboa como no Porto pelas 21h30.

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Filme do Mês (Setembro)

"TROPIC THUNDER", de Ben Stiller

Mais um mês, mais um filme em destaque no Ante-Cinema. Setembro é o mês de "Tropic Thunder", a nova comédia que conta com a realização e interpretação de um dos melhores comediantes norte americanos da actualidade: Ben Stiller.
Já com alguma experiência atrás das câmeras, foi principalmente na televisão que Ben Stiller desenvolveu as suas capacidades como realizador. Entre breves curtas para a tv e o seu programa criado em 1990 ("The Ben Stiller Show"), realizou pela primeira vez a sua primeira longa metragem em 1994 com o filme intitulado de "Reality Bites". Depois de ter realizado este filme, Ben Stiller não perdeu muito mais tempo e após dois anos, volta ao cargo de realizador na comédia "The Cable Guy", com Jim Carrey no principal papel. Depois deste sucesso só viria a pegar nas câmeras em 2001, em "Zoolander", desta vez com actores como Owen Wilson, Will Farrell, Milla Jovovich, John Voight e o próprio Stiller. Até ao presente ano variou em diversos papéis na sua carreira, onde entre vários êxitos conseguiu assegurar um estatuto muito importante entre os comediantes norte americanos. Filmes como "The Royal Tenenbaums", "Doidos por Mary", "Meet the Parents" e "Meet the Fockers", marcam a sua carreira como actor.
O Ante-Cinema tem preparado alguns especiais sobre Ben Stiller, bem como com "Tropic Thunder" propriamente dito. Ao longo deste mês de Setembro, podem também contar com as habituais entrevistas aos protagonistas do filme, bem como a habitual divulgação das antestreias. "Tropic Thunder" estreia em Portugal no próximo dia 18 de Setembro, com o apoio do Ante-Cinema.



Ante-Cinema#

Ante-Trailer

"CHOKE", de Clark Gregg

"Choke" certamente que já não é um desconhecido para muita gente. O seu trailer e imagens já chamaram a atenção ao universo cinéfilo, e o facto de ter ganho um prémio especial do jurí no Festival de Sundance também já exerceu uma grande ajuda à sua promoção.
Este filme realizado por Clark Gregg, é a adaptação cinematográfica da obra homónima de Chuck Palahniuk, o autor de "Fight Club". O elenco conta com Sam Rockwell ("The Assassination of Jesse James by the Coward Robert Ford"), Angelica Huston ("The Royal Tenembaums", "The Life Aquatic with Steve Zissou"), Kelly Macdonald ("The Girl in the Café", "No Country for Old Men") e Brad William Henke ("World Trade Center", "Hollywoodland"). A história é sobre um homem que é viciado em sexo, e que frequenta variados restaurantes caros onde simula engasgar-se para chamar a atenção dos clientes. O trailer em baixo.



Ante-Cinema#

Estreias da Semana (4 a 10 de Setembro)


"MAMMA MIA!" TRAILER:


Ante-Cinema#

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Qual é o Filme? - 2ª Temporada - Semana 9


FILME DA SEMANA PASSADA:
# Não Houve Nenhum Vencedor na Semana Passada #

Classificação:
1. Tiago Gonçalves - 4 Pts.
2. Costas Mandylor - 2 Pts.
3. Fifeco - 1 Pt.

QUAL É O FILME?
Ante-Cinema#

Novo filme de Kevin Smith tem Novo Trailer

"Zack And Miri Make A Porno" tem um novo trailer. Num formato cada vez mais usado nos trailers, o Red-Band (uma espécie de trailer para maiores de 18 anos), este novo filme de Kevin Smith apresenta um excelente aspecto, parecendo estar recheado com bons momentos de comédia. De destacar a referência a filmes como "Star Wars" ou "Brokeback Mountain", distorcendo os seus nomes para o universo do cinema pornográfico.
Interpretado por Seth Rogen e Elisabeth Banks (que podem ver a partir de amanha nos cinemas portugueses com "Meet Dave"), tem estreia marcada para os Estados Unidos da América para o dia 31 de Outubro, não havendo ainda uma data para Portugal. O trailer em baixo.



Ante-Cinema#

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Mas afinal onde anda "The Nightmare Before Christmas 3D"?

Esta é uma pergunta que já se coloca à muito tempo. Isto porque depois de diversas datas previstas, o que é certo é que este filme nesta nova tecnologia cinematográfica, ainda não estreou em Portugal. E agora coloca-se mais uma pergunta: Porquê? Será por haver salas insuficientes em Portugal que suportem 3D? Não deve ser por aí. Nós somos o segundo país com mais salas digitais na Europa (16 salas), graças ao grande investimento da Zon Lusomundo. Mas então será por acharem que este filme não deverá ter tantos espectadores, dado que já estreou à uns largos anos atrás (1993), e repô-lo nos cinemas não será uma boa opção? Também não parece. Mas então porque razão não estreia por cá?
São várias as dúvidas e questões que se colocam. O que não dá para entender, é a forma como detemos tantas salas digitais no país, e durante muito tempo não existem filmes especiais para essas mesmas salas. Esta semana estreou "Journey to the Center of the Earth", totalmente em 3D. Mas quando é que foi o último filme com esta tecnologia que esteve nos nossos cinemas? Pelas contas foi "U2 3D", que estreou em inícios de Abril deste ano. Estas salas digitais não servem apenas para o 3D. Elas permitem visualmente uma melhor definição, mas certamente que o grande impulsinador seja os filmes a 3 dimensões. Daí não se perceber, o facto de não aproveitarem a possibilidade que existe em exibir esta obra prima criada por Tim Burton. Os cartazes referentes a este filme estiveram por muito tempo nos cinemas Zon Lusomundo. Todos eles diziam "brevemente", sem se especificar uma data final. Ao que parece, esses posters desapareceram à muito tempo, e de "The Nightmare Before Christmas 3D", mais ninguém falou.
As esperanças quanto ao facto de ver-mos Jack e Sally uma vez mais nos cinemas parece manter-se distante. Contudo, nunca se sabe. E o Natal vem aí, "Journey to the Center of the Earth" vai sair dos cinemas durante o próximo mês, e tudo pode ser possível. Como se costuma dizer: "a esperança é sempre a última a morrer".

"And on a dark cold night, under full moonlight, he flies into the fog like a vulture in the sky!"



Ante-Cinema#

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Grandes Momentos Cinematográficos


Esta coisa do marketing é lixada. À oito dias atrás, passava na Sic durante a tarde "Casino Royale". O propósito era claro: puxar as audiências para cima, pois uma nova "teen" novela iria estrear nesse mesmo dia. Quando àquela hora da tarde se apanha "Casino Royale" na televisão, as peças começavam assim a juntar-se, e todo o fundamento da questão a compor-se. É com certeza um filme que puxa o público alvo que a Sic queria atingir, e assim ter o maior número de audiências possível para que todos vissem depois do telejornal, "Rebelde Way".
Posto isto, acaba-se sempre por aproveitar para rever certas cenas do filme, e relembrar alguns excelentes momentos que este proporciona. E uma das cenas é sem dúvida a que se encontra em baixo. Ela diz respeito à parte em que James Bond está a ser torturado por Le Chiffre, para que esta consiga da boca dele o código para levantar o dinheiro que ganhou no fabuloso jogo de poker antecedente a esta cena.
Martin Campbell realizou pela segunda vez um filme de 007. O primeiro foi em 1995 com "GoldenEye", o primeiro de Pierce Brosnan como Bond. Na altura foi um sucesso, voltando esta saga a renascer para o cinema depois de uma altura menos boa para o agente secreto. Depois do último filme de Brosnan como 007 em 2002, "Die Another Day", ter sido um fracasso e começar-se a aperceber que inovar era necessário, voltaram a chamar o "salvador da pátria" Martin Campbell, para uma vez mais ressuscitar 007. Assim o foi, já que "Casino Royale" foi um grande sucesso, tendo Daniel Craig conseguido calar muita gente, já que desde que se soube que iria ser ele o novo Bond, foi alvo de contínuas críticas e desconfianças por parte dos fãs. A cena em baixo é uma das melhores cenas de todo o filme, e a que conseguiu juntar tensão, comédia e ironia nas salas de cinema.

"The only question remains: will you yield, in time?"



Ante-Cinema#