segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Grandes Momentos Cinematográficos


Esta coisa do marketing é lixada. À oito dias atrás, passava na Sic durante a tarde "Casino Royale". O propósito era claro: puxar as audiências para cima, pois uma nova "teen" novela iria estrear nesse mesmo dia. Quando àquela hora da tarde se apanha "Casino Royale" na televisão, as peças começavam assim a juntar-se, e todo o fundamento da questão a compor-se. É com certeza um filme que puxa o público alvo que a Sic queria atingir, e assim ter o maior número de audiências possível para que todos vissem depois do telejornal, "Rebelde Way".
Posto isto, acaba-se sempre por aproveitar para rever certas cenas do filme, e relembrar alguns excelentes momentos que este proporciona. E uma das cenas é sem dúvida a que se encontra em baixo. Ela diz respeito à parte em que James Bond está a ser torturado por Le Chiffre, para que esta consiga da boca dele o código para levantar o dinheiro que ganhou no fabuloso jogo de poker antecedente a esta cena.
Martin Campbell realizou pela segunda vez um filme de 007. O primeiro foi em 1995 com "GoldenEye", o primeiro de Pierce Brosnan como Bond. Na altura foi um sucesso, voltando esta saga a renascer para o cinema depois de uma altura menos boa para o agente secreto. Depois do último filme de Brosnan como 007 em 2002, "Die Another Day", ter sido um fracasso e começar-se a aperceber que inovar era necessário, voltaram a chamar o "salvador da pátria" Martin Campbell, para uma vez mais ressuscitar 007. Assim o foi, já que "Casino Royale" foi um grande sucesso, tendo Daniel Craig conseguido calar muita gente, já que desde que se soube que iria ser ele o novo Bond, foi alvo de contínuas críticas e desconfianças por parte dos fãs. A cena em baixo é uma das melhores cenas de todo o filme, e a que conseguiu juntar tensão, comédia e ironia nas salas de cinema.

"The only question remains: will you yield, in time?"



Ante-Cinema#

1 comentário:

Anita :) disse...

já há bastante tempo que não gostava tanto de um filme do Bond como gostei deste!!!!
E, o próximo também promete;)
Beijinho