domingo, 15 de fevereiro de 2009

Filme "Xunga" no topo dos EUA

A concorrência para o remake de Sexta-Feira 13 era pouca. Apenas The International, que abriu a edição do Festival de Berlim deste ano, podia fazer frente a mais uma mega "teen" produção de Michael Bay. Depois ainda havia um Gomorra, que tendo estreado só este fim de semana nos EUA e o facto de ter sido posto de parte pela Academia para o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, não ajudaram muito a que esta produção italiana fosse mais além fronteiras. Assim sendo, e concluindo esta pequena introdução, este remake de Sexta-Feira 13 já é um sucesso por terras americanas. Logo no primeiro fim de semana de estreia (de 13 a 15 de Fevereiro), fez nas bilheteiras uns excelentes 42.2 milhões de dólares. Mas não se deixem enganar por este resultado bem apelativo. O filme teve estreia mundial, tendo chegado até nós na última quinta-feira, mas este é claramente aquilo que podemos chamar de cinema "xunga".

Quanto a outras estreias do fim de semana, a grande desilusão acabou por recair para The International. Será que o público já está farto de ver Clive Owen a desempenhar sempre o mesmo tipo de papel? O filme realizado por Tom Tykwer, o mesmo responsável por Perfume: The Story of a Murderer, entrou directamente para a sétima posição do top 10, com ganhos de 10 milhões de dólares nas bilheteiras. Quem ficou a ganhar, ao contrário do que se esperava, foi a comédia Confessions of a Shopaholic. O filme entrou directamente para o quarto lugar, fazendo lucros de 15.4 milhões de dólares.

Paul Blart: Mall Cop, a comédia sensação do início deste ano, ultrapassou agora a barreira dos 100 milhões de dólares e continua a manter-se firmemente no top 10. Slumdog Millionaire consegue também permanecer nos dez primeiros lugares, tendo agora descido para a nona posição com ganhos totais desde a sua estreia de 86.5 milhões de dólares.

1
Friday the 13th (2009) $42.2M $42.2M
2
He's Just Not That Into You (2009) $19.6M $55.1M
3
Taken (2008/I) $19.2M $77.9M
4
Confessions of a Shopaholic (2009) $15.4M $15.4M
5
Coraline (2009) $15M $35.5M
6
Paul Blart: Mall Cop (2009) $11.7M $110M
7
The International (2009) $10M $10M
8
The Pink Panther 2 (2009) $9M $22.3M
9
Slumdog Millionaire (2008) $7.15M $86.5M
10
Push (2009) $6.93M $19.3M

O valor da esquerda é referente a este fim de semana e o do lado direito ao total já adquirido desde a sua estreia. Os valores são em milhões de dólares.

Ante-Cinema#

15 comentários:

. cleber disse...

Mesmo não sendo nenhum pouco fã, dessas 'coisas' que são lançadas aos teens, tenho um pouquinho de curiosidade pra ver Sexta-Feira 13

http://cineclubsp.blogspot.com/

Fernando Ribeiro disse...

Cleber,

A minha curiosidade também era alguma, mas depois de ver o resultado final, só te posso dizer que é mesmo tudo muito fraco.

Abraço.

- cleber ! disse...

Pois é Fernando, mais assim, eu já aprendi que quando for ver um filme desses, vamos somente pela 'diversão' de alguma coisa - Tem gente que vai ver esperando um grande roteiro, é por isso que sempre quebram a cara !

Fernando Ribeiro disse...

Cleber,

Eu já sabia que o filme não ia ser grande coisa. A minha curiosidade era relativa ao nível de entretenimento que este poderia ter. Por exemplo, ter umas excelentes mortes. É que nem isso tem, sendo praticamente todas ridículas. Depois fizeram de Jason um completo "def" que anda a matar pessoas só porque lhe apetece.

Abraço.

Álvaro Martins disse...

Meus amigos, já vi esse filme...e posso afirmar com toda a certeza que chamar-lhe "xunga" é elogiá-lo. O filme não vale "5 tostões", é mesmo muito mau, mas o que se pode esperar de um remake de uma saga já por si fraquinha?!!!

Fernando,

é por estes sucessos de bilheteiras, aliado às constantes(ano após ano) nomeações dos óscars que cada vez tenho menos vontade de ver cinema americano, a não ser o independente.
Mas há sempre uma ou outra surpresa, coisa que não acontece quando olho para essa lista de sucessos.

Abraços

Fernando Ribeiro disse...

Álvaro Martins,

Vendo por esse ponto de vista, chamar-lhe de "xunga" acaba mesmo por ser um elogio. Conforme já expliquei ao Cleber, acho que tudo nele é muito fraco. Custou-me estar cerca de duas horas a ver um filme tão chato e sem sentido nenhum.

No que toca ao próprio cinema americano como referes, é claro que este tem muitas e mesmo muitas falhas. No entanto, também tem muitos pontos a favor, trazendo ao de cima filmes de extrema qualidade. E tens razão quando falas nos filmes independentes. Aliás, são eles que cada vez mais têm vindo a dar que falar no panorama americano. No entanto, creio que o povo americano é muito consumista e vêm por vezes coisas a mais que não deviam ser vistas assim. Por isso é que aparecem filmes como "Paul Blart: Mall Cop", que apesar de ainda não o termos visto, não será difícil de imaginar a escassez de qualidade que este apresenta. Sinceramente, nem sei como é que Taken conseguiu entrar directamente para o primeiro lugar à alguns fins de semanas atrás e com tão bons resultados. Uma produção europeia, mas que certamente foi em Liam Neeson o maior trunfo do filme.

Grande abraço.

Álvaro Martins disse...

Fernando,

referis-te e bem o consumismo americano. É por isso que nos deparamos com cada vez mais filmes de muita fraca qualidade nos cinemas americanos (e não só na América, na Europa também já começam a aparecer azeiteiradas). Porque esses filmes "rascas", que de cinema não têm nada, são precisamente aqueles que mais lucro dão e ao acontecer isso há que os fazer.

Abraços

Final Cut Edições disse...

O mais clichê dos clichês arrecada 42 milhôes de dólares... A indústria do cinema é realmente alarmante...

Fernando Ribeiro disse...

Álvaro Martins,

Tens toda a razão. E a cada semana ter que me deparar com filmes de muita pouca qualidade no box office americano, é mesmo de ficarmos preocupados. E vou mais a fundo, não é à toa que cada vez mais existam remakes ou tentativas de continuar algumas sagas. Será porque Hollywood perdeu toda a sua criatividade ou uma mera estratégia de fazer dinheiro? Aposto mais na segunda. Mas muito obrigado por expores aqui a tua sempre bem vinda opinião. :)

Abraço.


Final Cut Edições,

Tiveste uma reacção muito parecida com a minha. Apesar de já estar um pouco à espera que Sexta-Feira 13 iria ficar bem situado no box office, nunca pensei que chegasse a estes resultados.

Abraço.

Álvaro Martins disse...

Fernando,
é com muita satisfação que exponho aqui as minhas opiniões, já que o Ante-Cinema figura como um dos meus blogs de eleição. E obrigado pela consideração.

Abraços

close-up disse...

opá...e eu que andava com saudades de ver um bom filme de terror...desde o REC que não vi nada de jeito :)

parece que ainda nao é desta com o Friday the 13th..lol

estou tramada ehe:D

tickets4three disse...

Queremos muito ver o Gomorra, pelo que temos ouvido falar dele é um filme excelente.

O resultado xunga só comprova que algo de errado anda na cabeça dos americanos . eheheh ainda por cima Alvarrô diz que Xunga é elogiar o filme. eheheheh é mesmo preocupante então.
Acontece é que na maioria das vezes existe uma poderosa máquina de marketing por de trás de alguns casos de sucesso inexplicáveis.

Fernando Ribeiro disse...

Álvaro Martins,

Eu é que agradeço todo o teu apoio. Espero ter mais debates como este contigo mais vezes. :)

Grande abraço.


Close-Up,

Ainda não vai ser desta. E por este andar, ainda vamos ter que esperar muito por mais um bom filme de terror. Pode ser que o Fantasporto traga surpresas na manga este ano. :)

Beijinho


Tickets4three,

Aconselho-vos a ver o Gomorra. Acho que vão gostar bastante do filme. Quanto aos americanos, é mesmo a conclusão que eles conseguem ser loucos. :P Mas têm razão, muitas vezes, ou quase sempre, é o marketing que faz nascer sucessos de bilheteiras. Este é mais um desses casos.

Beijinhos.

The movie_man disse...

Apesar das más opiniões ao filme, ainda tenho u interesse (mórbido, tenho de admitir) de dar uma espreitadela a este remake. O que espero dele? Exactamente o que aqui foi dito: um filme xunga, fraco e um pobre remake (mais um de tantos). No entanto, se tiver oportunidade, irei dar uma espreitadela (mas tenho outras prioridades cinematográficas primeiro, como por exemplo os excelentes filmes em cartaz que ainda não vi como Slumdog Millionaire). Quanto ao êxito, as estimativas já eram altas para este remake. No entanto, os resultados foram muito melhores ainda. Como aqui se disse e bem, uma grande máquina de marketing ajuda à festa. Este é mais um desses casos: estrear o filme numa Sexta-Feira 13, trailers e posters apelativos, ter Jared Padalecki no elenco (cara conhecida da série Sobrenatural) e uma saga de terror bem conhecida. No entanto, seria de esperar que o filme fosse fraco. Como aqui também foi dito, o público americano é um público consumista: por isso é que este remake e Paul Blart: Mall Cop têm sido êxitos estrondosos. No entanto, ainda se consegue dar lugar a outras produções acima da média ou de grande qualidade até (Tken Gran Torino, Slumdog Millionaire). É no sucesso destes filmes que nos surge um pouco de esperança :P

Quanto a filmes d eterror de jeito, talvez The Strangers realmente estreie finalmente a 12 de Março, depois de ter sido adiado tantas vezes. Foi um filmes de terror mais bem falados de 2008. E o remake de My Bloody Valentine 3D foi, surpreendentemente, um êxito de critíca, algo bem raro para um slasher filme (curiosamente, também tem uma cara conhecida da série Sobrenatural). Talvez estes sejam dois bons exemplos de terror acima da média. A ver vamos.

Abraços.

Fernando Ribeiro disse...

The_movie_man,

Antes de mais devo dizer que tive muito gosto em ler o teu comentário super construtivo e bastante pertinente quanto a este assunto. Não podia estar mais de acordo contigo. Eu apesar de saber que o "Sexta-Feira 13" ia ser muito fraco, sempre tive aquela curiosidade miudinha para o ver. Ainda esperava lá uns bons momentos pelo menos nas mortes. Algo que é sempre divertido de ver. :P Mas quanto às tuas sugestões para os filmes a estrear de terror, espero bem que assim seja. Já tenho saudades de um novo filme terror de alguma qualidade.

Grande abraço.