segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Algumas Observações sobre os Oscars

Numa altura em que são mais do que conhecidos todos os vencedores das estatuetas douradas, o Ante-Cinema promete-vos não maçar muito mais com aquilo que aconteceu na última noite, dando-vos apenas algumas breves reflexões sobre o que se passou de mais relevante durante a cerimónia e alguns comentários sobre os vencedores. Antes disso, e caso não se lembrem de alguns do vencedores, podem consultar a lista completa aqui.

- Foi, sem dúvida alguma, uma cerimónia completamente renovada. Hugh Jackman provou os seus grandes atributos "teatrais", proporcionando um excelente espectáculo. Bem haja a Baz Luhrmann, o responsável por algumas das coreografias, inclusive a homenagem ao cinema musical americano. Como Jackman disse: "The Musical is Back!".

- Alguém reparou no extremo nervosismo em que se encontrava Mickey Rourke quando decorriam os discursos sobre os nomeados para Melhor Actor Principal? É que ele não parava de tremer com a mão.

- Por falar em Mickey Rourke, essa acabou por ser a maior surpresa da noite. Se a disputa entre Rourke e Penn era óbvia, tudo indicava que o Oscar iria para Rourke. Assim não foi e é pena. Dificilmente voltará a ser nomeado mas valeu o respeito e homenagem de Sean Penn pelo reconhecimento e regresso de um "irmão". Esperemos que Rourke continue a sua boa forma e que não entre na mó de baixo uma vez mais.

- Melhor Argumento Original para Milk? Não seria mais justo para Wall-E ou o próprio In Bruges?

- São de assinalar dois grandes momentos de comédia: O sketch fenomenal entre James Franco e Seth Rogen; e o gozo que Ben Stiller deu a Joaquin Phoenix.

- A atribuição dos Oscars, embora por vezes realizada um bocado ao despacha, foi feita de maneira muito mais organizada. Isso acabou por ajudar ao espectáculo em si. Ainda neste aspecto, a forma como mudaram a atribuição para os Oscars de Interpretação, através de vários actores de diferentes gerações que já ganharam Oscars, foi bastante inteligente e eficaz. Que assim se mantenha nos próximos anos.

- De todos os nomeados, o que saiu mais a perder foi The Curious Case of Benjamnin Button. As probabilidades disto acontecer eram grandes. Mal se anunciou o Oscar de Melhor Argumento Adaptado para Slumodg Millionaire, que as coisas começavam a correr mal para o filme de David Fincher.

- Para terminar, após alguma pesquisa no site Oscar.com, descobrimos estas dois excelentes vídeos (com maior destaque para o primeiro entre Danny Boyle e Steven Spielberg):

BASTIDORES: DANNY BOYLE E STEVEN SPIELBERG


CONFERÊNCIA DE IMPRENSA: SEAN PENN


Ante-Cinema#

5 comentários:

• Cleber! disse...

Nossa, eu rachei muito no momento do James Franco, foi excelente!

Filipe Machado disse...

Participe na sondagem "Melhor James Bond com Roger Moore” até ao dia 12 de Março 2009, em http://additionalcamera.blogspot.com. Só faltam 15 dias!!

The movie_man disse...

Uma excelente cerimónia, sem dúvida, com Hugh Jackman a fazer um grande espectáculo (aquela abertura) e com dois grandes momentos de comédia (Ben Stiller e a dupla Rogen/Franco). Quanto aos prémios, apesar de não haver muitas surpresas (excepto nas categorias de melhor actor e melhor filme estrangeiro), penso que foram be entregues.

Abraços.

Tiago Ramos disse...

Eu acho que Milk mereceu ganhar o Melhor Argumento Original.

Fernando Ribeiro disse...

Cleber,

Foi de facto um grande momento. Teve bastante piada.

Abraço.


Filipe Machado,

Assim o farei. Obrigado pelo convite. :)

Abraço.


The_movie_man,

Hugh Jackman fez realmente um grande espectáculo. Os prémios também foram bem entregues mas esperava que Mickey Rourke levasse o Oscar para casa.

Abraço.


Tiago Ramos,

Não digo que foi mal atribuído, mas as minhas preferências nesta categoria eram outras.

Abraço.