segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Grandes Momentos Cinematográficos

ROMEO + JULIET
(Baz Luhrmann)

Com o Grandes Momentos Cinematográficos de volta ao Ante-Cinema, inicia-se um novo ciclo para este espaço. Como foi já anunciado, a partir de agora, todos os meses será aqui destacado o trabalho de um realizador especifico. Este mês é "comandado" por Baz Luhrmann.

Sendo claramente um realizador que aposta muito no visual dos seus filmes, Luhrmann tem sempre que ter, obviamente, uma boa história por trás. E foi isso que aconteceu numa espécie de "trilogia do amor", onde Baz Luhrmann explorou não só o seu sentido estético como também narrativo. Tudo começou em 1992 com Strictly Ballroom, num registo de pouca grandeza relativamente aos seus posteriores filmes, e depois com os seus mais conceituados Romeo + Juliet e Moulin Rouge!. Adorado por muitos e odiado por outros, este célebre realizador australiano volta agora com um filme que diz muito da sua terra natal, onde mais uma vez se centra perante uma história de amor.

A cena em baixo apresentada é referente ao filme Romeo + Juliet. E esta tem uma particularidade que diz muito do seu cinema: a mensagem visual. A importância daquilo que se está passar através de imagens sugestivas é um dos seus pontos fortes. Este início, que incluí genérico inicial e uma espécie de introdução do filme, é uma das maiores aberturas que o cinema já viu. Toda uma epopeia narrativa como visual é bem evidenciada, podendo vocês próprios comprova-la, ao ver a cena em baixo.



Ante-Cinema#

4 comentários:

Sam disse...

Caro Ante-Cinema,

O Keyzer Soze’s Place convida o moderador e colaboradores deste blogue a participarem na votação dos Óscares de Marketing Cinematográfico, iniciativa que nomeará o melhor em publicidade de Cinema no ano de 2008.

A votação pode ser efectuada em http://sozekeyser.blogspot.com/2008/12/scares-de-marketing-cinematogrfico.html.

Desde já, apresento o meu profundo agradecimento na vossa disponibilidade para participar nesta iniciativa.

Cumprimentos cinéfilos!

Fernando Ribeiro disse...

Sam,

Já participei nesta tua excelente iniciativa. Muito obrigado pelo convite.

Abraço.

João Ricardo "Blog da Pipoca" disse...

O único filme que gostei do realizador. É que sou daqueles que odeia Moulin Rouge.
Este Romeu revela um Dicaprioainda verde mas que conseguiu demonstrar ser capaz de crescer como actor.

Abraço

Fernando Ribeiro disse...

João Ricardo.

Antes de mais obrigado pelo comentário. Ao contrário de ti, sou um daqueles que gosta muito de "Moulin Rouge!". E concordo contigo relativamente a DiCaprio. Neste momento consegue ser já um actor de muito respeito na industria cinematográfica.

Abraço.